sexta-feira

Trust me

Sei que temos uma história linda. Também sei que sofres. Sei que ainda há muito para arriscar, sentir. Também sei que o quanto te criei esse sentimento. Sei que temos a linha do futuro traçada. Também sei a precisão com que tu a traças-te, o esforço que utilizas-te (e veio de longe: do fundo do peito). Sei que custa. Também sei que pagas. Sei que preciso de ti. Também sei que precisas de mim. Há muitos tipos de raparigas e eu quero ser o tipo de rapariga que te deixa uma impressão duradoura e estável. Quero ser-te difícil de esquecer, ter tal impacto sobre ti e a maior marca de serenidade e cumplicidade e assim descobrires que nunca encontrarás ninguém que pudesse ocupar esse lugar destinado a mim. Porque no fundo, é isso que tu és para mim. Se ouço os aplausos ao bailado, ouço multidões a aplaudir o meu par. Felizmente és corajoso, herói.

5 comentários:

Cátia Mourisca disse...

O amor é assim mesmo!

Verinha disse...

adorei :)

Cátia Mourisca disse...

oh, obrigada meu amor!

PauloSilva disse...

«Sei que preciso de ti. Também sei que precisas de mim. » - E isso diz tudo *

Maria disse...

estou a segui *.*
amei este blog