domingo


Lembro-me como se fosse ontem do primeiro impacto, o primeiro tão inocente olhar de muitos outros e o primeiro cruzar de dois corações. Fez-me ver desde o primeiro instante que era diferente. Não pelas formas agradáveis de seu corpo, ou pelos traços perfeitos do seu rosto, mas havia no seu olhar profundo algo mais que atravessava naquele instante a sua alma.. e nesse lugar, nesse momento o corpo movia-se dominado tão- somente pelo desejo impetuoso que abrasava a alma e aquecia o peito da certeza que ficarias comigo. Tocar todas essas emoções faz vibrar a alma, meu corpo, faz desvendar desejos mais profundos, desses bem guardados dos quais pouco sei. E nada mais havia, nada temia, nada mais temo nas horas em que permaneço no seu abraço.

2 comentários:

han yongkyo disse...

oh, mas que lindo! descrições encantadoras.

Marta Soqueiro disse...

adoro tudo o que escreves meu amor, tens tanto jeito. És uma miúda de sonho e eu amo-te.
OBRIGADA AMIGA <3